‘O Casamento da Princesa’ (2015), de Meg Cabot

20160427_091156

Depois de dez livros e quinze anos do lançamento da série ‘O Diário da Princesa’, a autora americana Meg Cabot veio ao Brasil ano passado para lançar ‘O Casamento da Princesa’ (2015), décimo primeiro livro da série. E, espero eu, o último. Para quem morou embaixo de uma pedra na última década, ‘O Diário da Princesa’ (2000) conta a história de Mia Thermopolis, uma adolescente de 14 anos, cheia de problemas com sua falta de peito, altura e popularidade. Mia vive com sua mãe em Nova York e de uma hora para outra, descobre que seu pai é príncipe da Genovia, um pequeno principado europeu. Daí em diante sua vida vira uma confusão completa, cheia de paparazzi e lições de princesa com a sua avó maluca Clarisse.

Eu tenho um carinho muito especial pela Meg Cabot. Os livros dela eram meus favoritos no início da minha adolescência, são muito divertidos, leves e (eu não brinco) impossíveis de ler apenas uma vez. Sobre ‘O Diário da Princesa’, somente os filmes fizeram parte da minha adolescência. Já perdi a noção de quantas vezes os assisti pela TV. Mas só vim ler os livros depois de fazer 18 anos, quando peguei a coleção emprestada com uma amiga. Levei apenas (pasmem) um mês para ler todos os dez, já que a escrita é muito fluida.

Mas é inegável que ler Meg com 18 anos não foi a mesma coisa que ler Meg aos 11 anos. Aquele drama adolescente maluco que eu tanto me identificava e dava crédito, hoje parecia uma birra de criança. A insegurança absurda da Mia o tempo inteiro passou a ficar repetitiva e entediante. Não deixam de ser livros encantadores, mas eu percebi que, um dia, eu curti muito Meg Cabot, e eu desejei que outras meninas pudessem sentir, hoje, o que eu senti oito anos atrás, e que agora não consigo mais sentir.

20160427_090621

Indo ao que interessa, em ‘O Casamento da Princesa’, Mia está com 26 anos e cheia de problemas. De novo. Ela recebe um pedido de casamento de seu eterno namorado Michael e sua vida vai, mais do que nunca, virar de pernas para o ar. Como sempre, sabemos de toda a história pelo diário da Mia e suas observações são divertidíssimas. Apesar da idade, ela continua a mesma: fazendo enormes estardalhaços e se preocupando demais com todos e nada com ela. Mas quando as coisas saem de controle, não fica tão divertido quanto nos outros livros.

Desde o décimo volume, acho que a Meg vem perdendo a mão quando escreve a Mia. A primeira metade de ‘O Casamento da Princesa’ é arrastado e bem sem graça. Mia passa tempo demais divagando e reclamando sobre sua avó, seu pai, paparazzis, seus “sapatos de diamante”, etc etc. Já a segunda metade do livro alavanca a história com reviravoltas em cima de reviravoltas. Infelizmente, elas não conseguem salvar a história de um final abrupto, que perde completamente o tom quando tenta caber em mais algumas poucas páginas. E no fim temos 300 páginas de piração total e 10 páginas de algo realmente divertido.

20160427_090543

De pontos positivos levo o Michael, namorado/ noivo da Mia. Livro após livro e eu ainda me pergunto o que esse cara viu nela. Além do troféu “Não Sei Como Você Consegue”, ele merece outro por ser, em todos os onze livros, o personagem mais divertido ever. A nostalgia também é outro ponto positivo. É bem divertido saber o que aconteceu com os personagens oito anos depois, mas o livro não se prende muito a isso. Talvez apostar mais nesse ponto tivesse sido o segredo para melhorar a história.

É triste dizer, mas ‘O Casamento da Princesa’ não fez mais que tomar meu tempo (bem grande até, comecei a lê-lo em dezembro passado) e nem divertido foi. Pelo contrário, foi cansativo e não via a hora de terminar logo. Um livro dispensável, já que a história foi muito bem terminada no livro anterior, ‘Princesa Para Sempre’. Fiquei com a sensação de um livro feito meio às pressas, sem um propósito justificável. Um caso clássico de continuação que não deveria ter existido.

Crystal Ribeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.